Mãe solteira falta a aula e envia email a pedir desculpa. A resposta é de se ficar boquiaberto!

Mãe solteira falta a aula e envia email a pedir desculpa. A resposta é de se ficar boquiaberto!

Se ter um filho já é, por si só, tremenda mudança no quotidiano de um casal, ser mãe solteira é bastante mais complicado. Bem o pode dizer a, americana Morgan King. Estava numa situação que não poderia controlar e pediu desculpas.

Mas jamais pensaria que iria receber uma resposta desta e se tornar num fenómeno viral nas redes sociais.

Morgan adora crianças, como podemos ver pela fotografia acima, e é mãe da pequena Korbyn Como todas mães, é bastante complicado conseguir alguém que fique ou de apoio à filha nas horas em que esta ausente. Numa dessas vezes, faltou a uma aula na faculdade porque não teve com quem deixar a filha. Dado que a aula envolvia trabalhos importantes que precisavam de atenção, ela enviou um email para a sua professora a explicar a razão que a impediu de ir até a faculdade naquele dia e pediu instruções para ter acesso a matéria dada na aula.


A resposta da professora Sally Hunter deixou Morgan boquiaberta. Para além de explicar a matéria dada na aula e como ela poderia encontrá-la, Sally se ofereceu para cuidar de Korbyn durante a aula sempre que Morgan necessitasse.

Diz o email de Sally: “No futuro, se tiveres dificuldades para encontrar alguém que cuide da Korbyn, por favor sinta-se à vontade para TRAZÊ-LA para a aula. Eu ficarei extraordinariamente feliz em poder segurá-la enquanto dou a aula, para que possa estar atenta na aula e tirar os seus apontamentos”.


Ela continuou, enfatizando o quanto reconhece o complicado trabalho de ser mãe e ter que estudar ao mesmo tempo: “Trabalho no departamento de estudos sobre CRIANÇAS e FAMÍLIA – então seria terrível da minha parte não me dispor a receber a visita de uma criança em nossa classe. Estou a falar sério, traga Korbyn com consigo!”.
O relato de Morgan tornou-se viral e a professora até brincou na aula em relação a isso, ela criou a senha “Twitter” para aceder a um dos trabalhos em homenagem a Morgan.
Morgan disse que foi às lágrimas ao ler a resposta. É sempre uma grande surpresa encontrar pessoas compreensivas e dispostas a ajudar mulheres que lidam com dificuldades em ser mãe e continuar suas vidas.
Que exemplo deslumbrante desta professora!